quinta-feira, 29 de abril de 2010

Deputada Cidinha Campos essa Fala Francamente

Novamente a Deputada Cidinha Campos – PDT faz denuncias ao Deputado José Nader de vender homenagem (MEDALHA TIRADENTES ) para o ex prefeito de Juiz de Fora Alberto Beijam .

A Deputada ainda diz que: “... o senhor é ladrão com todas as letras na sua família não tem uma que escape, e se der mole até seus filhos já estão prevaricando...”
Deputada Cidinha Campos – PDT essa Fala Francamente

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Cidinha Campos e os ladrões da ALERJ

24-03-2010: a Deputada Cidinha Campos fala sobre "os que mamam".

Ela fala que todos os deputados são omissos. Critica, bate e xinga de ladrão o Deputado José Nader que se "auto" indicou para uma vaga no Tribunal de Contas.

sábado, 24 de abril de 2010

- CAIPIRA NA SAÚDE -

-Alô !
-O Antoim é eu uai !
-E ai Zé, ta sumido, que anda arrumando ?
-Eu to aqui na cidade ! onde tu ta?
-To aqui no calçadão,vem aqui.
-To chegano.
-E ai Zé, o que você esta fazendo na cidade,veio passear um pouco? Há tempos você não vem aqui !
-A Antoim, eu vim aqui vê um negocio pra uma cumade minha,nem trusse os muleque, ce num vai acreditá.
-O que houve Zé?
-A moço, tu lembra quando eu vim no carnava né ! pois bem desde aquela época o muleque da cumade tava cum pé dueno,tinha uma bolinha de machucado e só ia creceno, nada melhorava a dô do muleque, ai eu disse pra ela vim no médico e vê que tava acontecendo,ai ela vei,mas sus tu já viu né.Ai o médico oio e disse que tinha que fazer ultrasom do pé do minino que ele disse que era grave,a cumade saiu pra faze o tar da ultrasom, mais só que é noventa conto,o jeito era buscar recuso no sus porque a situação da cumade num é muito boa não Antoim.Ia la na policlínica pedia a liberação pra faze a ultrasom e nada,passou uma semana e nenhuma solução,depois dela ter ido la um monte de veiz,eis disse que o sus não pagava a ultrasom,mas eu acho que quando não tem tratamento na cidade a nossa saúde tem que encaminha nóis pra argum lugar que tem o tratamento né ?
-até que eu saiba é isto mesmo!
-Intão, a cumade ficava preocupada e nervosa com tanta demora,ai moço nóis vei aqui na cidade pra vê que tava aconteceno,nóis foi la na câmara atráis do vereado Afonso, os secretarios dele os tar de Luzimar e um gordim tar de Léo Chaves, trato nóis bem demais, ligaro la pra policlínica, e como sempre ninguém responsave atendeu eis. Eis ficaro de resorve.Depois com muita atenção,ligaro pra cumade e disse que já tava liberado o izame de ultrasom, era ir só la na policlínica e pegar a guia pra faze.A cumade foi uma,duas,treis veis e nada, ia num funcionário dizia que era outro,ficava só no jogo de empurra,a cumade fico nervosa uma hora la Antoim,ela disse que ia chamar a imprensa e ia fazer um panelaço,mas não adianto muito não.
Esse jogo de impurra duro quase um méis,até que nóis ligo pro Léo Chaves, ele só disse que ia resorvê, nóis ligo de manhã, nesta mesma manhã ele ligo pra nóis e disse que era só ir la pegar.
Quando a cumade chego lá,a historia mudou ela encontrou com a responsável e disse “o Léo Chaves ligo pra ca pra mi vim pega a guia” falto pouco a carrega a cumade no colo,tinha que vê, ai sim encaminhou de verdade o muleque pra fazer o tar da ultrasom.
-Eu fico boquiaberto com a saúde de nossa cidade Zé,agora vê só , quase um mês esperando.É uma vergonha, se fosse mais grave ou caso de morte, já tinha morrido,como acontece em vários lugares.
-Eu acho que farta gente competente na ária da saúde,é uma vergonha Antoim.
-Realmente concordo com você Zé,um exemplo é um posto que fizeram na Av Palmira na no Córrego do Ouro, até hoje não inauguraram, mas acho que sai nas épocas das eleições.
-Ai sim sai arguma coisa, eis vai até na roça nessas época. Tu num vê esses negocio de saúde bucal, nóis tem que fica cum dente dueno ,esperano nossa administração aumenta o salário dos dentista,nóis num tem curpa não Antoim.
-Nossa administração já teria que mudar o jeito que administra a saúde aqui em nossa cidade há muito tempo, não deixar a população na mão.É uma vergonha mesmo,nós temos que cobrar e eles tem que fazer alguma coisa.
-Num é só no caso da cumade não, mas de um monte de gente que até perde a vida por farta de cuidade moço. Tu num lembra que eu te contei, que lá em Dores os morado tinha que pagar uma taxa pra usar a ambulância,a ambulância é nossa nóis não tem que pagar nada não, né Antoim.
-O negocio ta feio Zé, fico as vezes na duvida se vai melhorar ou piorar nossa cidade com esta administração.
-Mas graças a Deus nóis resorvemos o negocio do minino da cumade,o que eu pude faze pra ajuda o peso ala eu vo faze.O papo ta bão moço mais vo chega, quarque dia eu to na ária.
-Some não Zé. Um abraço, vá com Deus.
-Sumo não homi, daqui a um tempim to di vorta,abraço.

 Texto : Leandro C Souza (Niquinho) - http://niquisd.blogspot.com/

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Humildade do Presidente Lula

terça-feira, 20 de abril de 2010

Sandumonense faz bonito no Circuito AJS de Skate de Rua -1º etapa Rua Marechal - JF

Nem a chuva de ovos conseguiu atrapalhar a primeira etapa do Circuito AJS de Skate de Rua, que aconteceu na Rua Marechal no último dia 18 de abril. O domingo de sol tirou cedo da cama os skaters de Juiz de Fora e região, e aos poucos o público foi chegando e formou um corredor humano. Era skatista e manobra pra tudo quanto é lado. A variedade dos obstáculos foi grande e, dispostos nessa ordem, tínhamos: um corrimão extenso, palquinho de manual, cavalete, pole jam, outro palco perfeito e uma rampinha pra fechar. E logo começou a categoria iniciante. Quem levou a melhor foi "Bujão", que já começava a linha com um bs lipslide e mandou bem nas variações de manual. Mas o melhor ainda estava por vir. A categoria amador levantou a galera e arrancou muitos gritos de yeah. Os locais Nicholas "Sarkozy", Jão "Tsunami" e Pablo "Suicida" estavam empolgados e mandando várias. Vindo de Santos Dumont, Fagner Hauck estava inspirado e deixou as suas, assim como "Moita" de Barbacena e Filipe Furtado que veio de Rio Pomba. E foi este último que levou a melhor no amador. Com uma linha perfeita e muito técnica, Filipe Furtado levou o primeiro lugar e, além da premiação com produtos de skate, ganhou um curso completo na MacPro. Depois da categoria amador rolou um Best Trick (campeonato de melhor manobra). O obstáculo escolhido foi o palquinho "perfeito". E a galera não economizou nas manobras. Ian Dias usava toda sua ginga em seu frontside hurricane. E o cabelinho voando. Nicholas "Sarchozy" mandou seu já clássico backside noseblunt. Moita tirou da manga um bs flip tailslide que saiu nas quatro, de tão perfeito. Mas quem levou o Best Trick, e um shape gringo pra casa foi Andrézinho, com uma manobra bem técnica, 360 flip to frontside lipslide reverse. E quem escolheu os vencedores foi o público, no grito. Esse campeonato marcou uma nova etapa do skate em Juiz de Fora e com a união de todos skatistas vamos conseguir muito mais.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Carta de Humberto Montoya a Lula Presidente Brasil.

Senhor Presidente:

Em entrevista oferecida à agência Associated Press, o Senhor comparou os presos políticos encarcerados injustamente pelo regime comunista dos irmãos Castro, com os presos comuns de seu país e pediu respeito à legislação cubana. Pois digo-lhe que a legislação vigente em Cuba, no que concerne ao Código Penal, é uma cópia quase fiel do Código Penal da Rússia de Stalin.
A luta que a oposição trava dentro e fora de Cuba, contra a ditadura, é pacífica; não tem nada a ver com métodos violentos, como o fizeram antes de 1959 os irmãos Castro.
Para ser breve lhe darei só um exemplo: o movimento 26 de Julho em Havana, detonaram mais de cinqüenta bombas matando pessoas inocentes em apenas uma noite. Este acontecimento sangrento é recordado na história de Cuba como "O dia das cem bombas". Depois de usurpar o poder começaram os fuzilamentos semeando o medo e a violência, fatos que duram já mais de meio século.
Embora a greve de fome seja um instrumento de protesto que põe em perigo a vida de quem a realiza, é inumana, irracional e condenável a atitude do governo cubano que não escuta o pedido de libertação dos presos políticos por parte da oposição, da comunidade internacional e das valentes Damas de Branco que exigem apenas a libertação de seus seres queridos, as quais foram golpeadas e reprimidas por agentes do governo mostrando uma vez mais sua natureza repressiva.
Com suas declarações o senhor ofende a dor de uma mãe, Reina Tamayo Danger; o senhor ofende a memória de nosso irmão de luta, o mártir Orlando Zapata Tamayo, encarcerado só pelo fato de lutar valente e pacificamente contra a ditadura.
Orlando Zapata Tamayo se enfrentou desde sua cela escura durante sete anos com todo um exército de esbirros assassinos recebendo torturas e incontáveis golpes que, todavia, não puderam dobrá-lo. Pagou com sua vida o preço da liberdade; isso não fazem nem os bandidos de seu país nem os de nenhum país do mundo. Isso dói ao tirano, como o aborrece igualmente reconhecer que não puderam matar sua honra, sua galhardia, pois sabem que morreu de pé como só os homens dignos sabem fazer; dói-lhes saber que seu exemplo já é indelével.
Senhor presidente, pode-se ser agradecido, porém essa não é a melhor maneira de pagar aos Castro os favores que talvez lhe tenham feito em seu passado. Há alguns dias no programa de TV do jornalista Andrés Oppenheimer, escutei o ex-chanceler do México, Jorge Castañeda, dizer que o Brasil é um gigante econômico, mas ao mesmo tempo um anão político.
O Brasil é uma grande nação, cujo povo trabalha por seu progresso; o povo cubano sempre lhe dispensou um profundo respeito e é por isso que acredito que o anão político é seu presidente.
O senhor demonstrou com suas aberrantes e ofensivas declarações, e não só por isto, mas porque também, junto a alguns mandatários latino-americanos, por um lado comete a mesquinhez de não querer reconhecer um governo legítimo como o da República de Honduras e por outro, comunga com a ditadura de Havana. Isso, senhor presidente, é pequenez política e dupla moral. Se lhe falta valor para condenar os crimes da ditadura em meu país, então o senhor guarde silêncio.

Humberto Montoya Portuondo é co-fundador do Movimento Alternativa Republicana.
Exilado em Aurora, Illinois, USA.
Tradução: Graça Salgueiro